top of page

Bem-vindo ao Crítica de Rodapé

Este blog busca homenagear, e na medida do possível resgatar, um importante momento da história de nossa crítica literária. A crítica de rodapé surgiu em nosso país no início do século XX, e se popularizou nas décadas de 30, 40 e 50. Esse nome surgiu devido ao espaço marginal que os textos de crítica literária ocupavam nos principais jornais da época: o rodapé das páginas. A partir de hoje, quinzenalmente, colocaremos aqui um texto crítico e analítico de uma obra literária. Ou em outras palavras, um texto com a nossa impressão de leitura.


(Para saber um pouco mais sobre o que foi a crítica de rodapé e a crítica impressionista no Brasil, clique aqui.)

Image by Patrick Tomasso
Início: Bem-vindo

"Saber a matéria em que fala, procurar o espírito de um livro, descarná-lo, aprofundá-lo, até encontrar-lhe a alma, indagar constantemente as leis do belo, tudo isso com a mão na consciência e a convicção nos lábios, adotar uma regra definida, a fim de não cair na contradição, ser franco sem aspereza, independente sem injustiça."

Machado de Assis

Início: Citação

TEMPO DE MIGRAR PARA O NORTE

A ambiguidade faz parte da estrutura da narrativa de Tayeb Salih nesta obra, assim como da identidade de um povo colonizado..

A OBRA EM NEGRO

É neste cenário, de uma Europa dividida e em conflito entre católicos e protestantes, que Marguerite Yourcenar situa seu romance.

A INOCÊNCIA DO PADRE BROWN

O aparentemente ingênuo Padre Brown é um “detetive”, poderíamos dizer, um tanto quanto diferente de seus famosos pares literários..

O Mestre e Margarida

O Mestre e Margarida, a grande obra literária de Mikhail Bulgakov, foi escrita entre 1929 e 1940. O livro é uma sátira sócio-política à URSS

Humilhados e Ofendidos - Dostoiévski

Neste romance já podemos notar, ainda não totalmente amadurecidos, vários dos principais elementos que imortalizaram a obra de Dostoiévski.

Budapeste - Chico Buarque

Budapeste - Chico Buarque (O processo de amadurecimento de um romancista) Ao terminar a leitura de Budapeste, terceiro romance escrito...

Passado Perfeito - Leonardo Padura

Padura inicia sua tetralogia, “Estações Havana”, em 1991, com a publicação do romance Passado Perfeito.

O Legado de Humboldt

O Legado de Humboldt - Saul Bellow (Em busca da Magnum Opus da literatura americana) A literatura americana, falando de uma maneira...

1
2
Início: Blog2

Formulário de Inscrição

Mantenha-se atualizado

Obrigado pelo envio!

Início: Inscreva-se

Contato

Belo Horizonte - Minas Gerais

Obrigado pelo envio!

Início: Contato
IMG_9103%20NELSON%20LINDO_edited.jpg

Quem escreve

Nelson Ricardo Reis é Mestre em Teoria Literária e Semiótica pela UFMG e Doutor em Literatura Comparada pela mesma Universidade. Mora e trabalha em Belo Horizonte, e antes de ser um profissional dedicado à Literatura, como crítico e professor, é simplesmente um leitor apaixonado pelos livros e os universos criados por eles.

Início: Sobre
bottom of page